Tabagismo e os efeitos na gravidez

Article banner

Se quer dar ao seu bebé o melhor começo possível, é importante que deixe de fumar. Fumar durante a gravidez provoca efeitos graves no seu bebé – aumentando o risco de aborto, nascimento prematuro, nados-mortos e morte súbita.

DÊ AO SEU BEBÉ O MELHOR COMEÇO POSSÍVEL

FUMAR DURANTE A GRAVIDEZ

Quando fuma, mais de 4.000 químicos existentes no cigarro entram nos pulmões e são absorvidos para a corrente sanguínea. Posteriormente, chega ao cordão umbilical e em seguida ao corpo do bebé. Um desses químicos perigosos é o monóxido de carbono, que restringe a quantidade de oxigénio no sangue. Um bom aporte de oxigénio é essencial para o desenvolvimento saudável do bebé – e a falta de oxigénio faz com que o coração do seu bebé tenha tendência para bater com mais força. Cada vez que fuma um cigarro, causa sofrimento no seu bebé.


Se tem um bebé, fumar perto dele pode levar ao desenvolvimento de problemas graves de saúde.

FALE COM SEU MÉDICO SOBRE AS SOLUÇÕES PARA DEIXAR DE FUMAR

Apesar de ser importante deixar de fumar, deve falar com o seu médico antes de utilizar produtos de substituição nicotínica, como os adesivos ou as gomas para mascar, durante a gravidez ou quando está a amamentar. Idealmente, a nicotina não deve ser utilizada durante a gravidez mas a terapia de substituição nicotínica provavelmente fornecerá menos nicotina (e nenhum dos outros químicos potencialmente prejudiciais encontrados no fumo do tabaco), e como tal, existe um menor risco para o seu bebé. O seu médico irá aconselhar-lhe a melhor opção para o seu caso.


Fale sempre com o seu médico antes de utilizar produtos terapêuticos de substituição nicotínica durante a gravidez ou enquanto estiver a amamentar.